Veículos elétricos ainda são uma incógnita

Texto: David Espanca
Data: 27 Novembro, 2019

A eletrificação automóvel continua a ser uma grande incógnita para quatro em cada dez espanhóis, que ainda não são capazes de diferenciar entre um carro elétrico, um híbrido e um híbrido “plug-in”.

Esta foi a principal conclusão retirada do estudo “Os espanhóis face à nova mobilidade”, realizado pela PONS Seguridad Vial e Luike, em colaboração com a GEOTAB, Wible, Moovit e ALD Automotive.

De facto, apenas 23% dos inquiridos ​​admitem já ter conduzido um veículo híbrido, enquanto 16% afirmam ter estado ao volante de um carro elétrico. No entanto, 78% disseram estar interessados ​​em testar um híbrido e 76% pretendem conhecer em primeiro lugar o funcionamento de algum modelo elétrico.

O estudo adianta ainda que um em cada quatro espanhóis que deseja adquirir um novo veículo até daqui a um ano reconhece estar especialmente interessado ​​na tecnologia híbrida, seguido de carros a gasolina (20%) e diesel (17%).

Enquanto isso, o carro elétrico é apenas uma alternativa real de compra para 10% dos futuros compradores, apontando como principais motivos a falta de uma rede mais ampla de pontos de carregamento rápido nas estradas principais (69%) ou a necessidade de investir na instalação de pontos de carregamento particulares ou em garagens comunitárias (58%).

Enquanto isso, 40% dos entrevistados identificam a necessidade de reduzir o valor do carro elétrico como forma de impulsionar a sua generalização no parque automóvel espanhol. A este respeito, mais de um terço dos condutores espanhóis afirma que não pagaria nem sequer um euro a mais pela aquisição de um carro elétrico em detrimento dos veículos a gasolina ou a diesel. Além disso, 26% aponta mesmo que a autonomia do carro elétrico necessária para a sua utilização diária deve situar-se entre os 100 e os 200 km.

Partilhar