PME Líder e PME Excelência. Tudo o que precisa de saber para chegar lá


Data: 28 Fevereiro, 2013

A revista Turbo Oficina explica-lhe de forma simples como funciona a atribuição destes estatutos. Qualquer pequena ou média empresa se pode candidatar a PME Líder, é certo, mas deve apresentar resultados financeiros dignos de louvor. O epíteto de Excelência chega logo depois para algumas delas, mas aqui o critério de seleção ainda é mais apertado. Vantagens há muitas e para todos, sobretudo no acesso às linhas de crédito bancário.

Veja aqui a lista completa PME Líder e PME Excelência

No final do ano passado existiam quase oito mil empresas destinguidas com o estatuto de PME Líder em todo o país. Um estatuto criado para enaltecer o mérito das PME nacionais com melhores resultados financeiros, empresas que fazem avançar a economia portuguesa em diferentes setores de atividade, como resultado de uma gestão de inegável qualidade na sua estrutura.

Esta distinção, apoiada desde a primeira hora pelo Turismo de Portugal e outras nove (ver caixa) instituições bancárias, é atribuída pelo IAPMEI todos os anos, sempre apoiada nos indicadores económico-financeiros das empresas – e por consequência direta, as suas notações de rating.

O estatuto alcançado permite-lhes, entre outros benefícios, aceder em melhores condições a produtos financeiros, melhorando a eficiência da relação (intermediados pelas linhas de crédito existentes no IAPMEI) entre empresa e banca.

A CANDIDATURA EM QUATRO ETAPAS SIMPLES:

1. Antes demais, certifique-se de que a sua empresa está incluída num dos setores de atividade abrangidos pela distinção do IAPMEI. Pode sempre consultar a listagem na página deste instituto na Internet;
2. Também no portal do IPAMEI, faça a inscrição da sua empresa como PME Online. Agora, por decreto-lei, se quiser fazer uma proposta de adesão a PME Líder, tornou-se indispensável a obtenção da Certificação Eletrónica.
3. Deve manifestar o interesse em obter o estatuto PME Líder numa das muitas Instituição de Crédito protocoladas. Esta vai efetuar uma análise do perfil de risco da sua empresa, para logo depois formalizar a proposta de candidatura IAPMEI;
4. Por último, o instituto deve aprovar os dados enviados pela Instituição de Crédito. Se respeitar todos os critérios exigidos, este atribui-lhe o estatuto de PME Líder, dando conhecimento ao banco que acompanhou a sua candidatura.

ALGUNS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DO IAPMEI:

1. A empresa candidata deve ter a situação regularizada perante a Administração Fiscal, a Segurança Social, o IAPMEI e o Turismo de Portugal;
2. As pequenas e médias empresas devem apresentar um perfil de risco algures entre os mais elevados níveis (rating AAA, AA e A) dos sistemas internos de notação de risco dos bancos protocolados.
3. À parte deste superior perfil de rating, a empresa deve apresentar, pelo menos, três exercícios de atividade completos que apresentem no final do último ano: (i) Resultados Líquidos Positivos ou Crescimento do Volume de Negócios ou Crescimento EBITDA, com EBITDA positivo nos dois anos em análise; (ii) Autonomia Financeira >= 25% (Capitais Próprios/Ativo Líquido); (iii) Volume de Negócios >= 750.000,00 euros; (iv) Número de Trabalhadores (UTA) >= 10.

SAIBA COMO MANTER-SE POR AQUI:

O estatuto PME Líder é validado até final de agosto do ano seguinte, devendo ser renovado até essa data sob pena de caducidade. Mas atenção, este pode também caducar em qualquer momento, sempre que haja na empresa:

1. Incumprimento de qualquer critério, nomeadamente a degradação do nível de rating protocolado;
2. Registo de processos de insolvência em empresas participadas pelos sócios/acionistas nos últimos 12 meses;
3. Conhecimento de incumprimento com instituições financeiras ou resultante de informação da Central de Riscos de Crédito do Banco de Portugal;
4. Processos fiscais, judiciais e situações litigiosas, cujas repercussões futuras possam afetar significativamente a situação económico-financeira da empresa ou de avalistas;
5. Conhecimento de ocorrência de incidentes, tais como cheques devolvidos, apontes e protestos de letras;

OS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS PARA QUEM É LÍDER:

1. Acesso a Crédito Bonificado PME Crescimento;
2. Acesso, em condições otimizadas, às linhas de crédito PME Crescimento, um instrumento de crédito com bonificação de taxa de juros e redução do risco das operações bancárias, através do recurso a mecanismos de garantia do Sistema Nacional de Garantia Mútua, que suportam até 50 por cento do capital em dívida, ou até 75 por cento no caso de micro e pequenas empresas;
3. Acesso em condições especiais ao produto BES Express Bill, uma solução de gestão de pagamentos, que permite às empresas efetuar a gestão dos seus pagamentos, assegurando aos fornecedores a garantia de recebimento na data de vencimento e a possibilidade de antecipar os fundos. Uma solução que confere um maior poder negocial junto de fornecedores e uma maior garantia de recebimento de créditos sobre clientes;
4. Acesso preferencial a informação sobre atividades e serviços de apoio a PME, disponibilizados pelo IAPMEI ou pelo universo das suas empresas participadas ou parceiros institucionais;
5. Acesso, em condições especiais, a formação em alta direção, através de um programa de desenvolvimento em gestão e liderança, a cargo da Universidade Católica Portuguesa, direcionado para o reforço de competências no diagnóstico e adoção de estratégias de crescimento e internacionalização nas empresas;
6. Acesso em condições especiais ao cartão Galp Frota, uma solução para apoiar as empresas na gestão dos seus negócios;
7. Isenção de taxas nos pedidos provisórios de patente e respetiva conversão em pedido definitivo, nos pedidos de patente de invenção e nos modelos de utilidade;
8. Oferta gratuita, até ao final do ano seguinte, sob solicitação, do serviço de Pré-Diagnóstico de Mapeamento Tecnológico para pedidos provisórios de patente, patente de invenção e modelo de utilidade.
9. Condições preferenciais para serviços externos de notação de risco, para otimização do relacionamento das empresas com o sistema financeiro e para potenciar melhorias estratégicas e de gestão.

PME EXCELÊNCIA: OS MELHORES ENTRE OS LÍDERES

Deste universo das PME Líder, o IAPMEI vai identificar o grupo das melhores PME, entretanto distinguidas com o estatuto de PME Excelência. Ao grupo das PME Excelência está sempre conotada uma notoriedade acrescida, uma vez que apresentam desempenhos excecionais ao longo dos últimos anos. O estatuto de PME Excelência apresenta – tal como o estatuto de PME Líder – a validade de um ano.

Foram distinguidas 1.239 pequenas e médias empresas com o estatuto PME Excelência do último ano. Em traços gerais, as PME Excelência 2012 geram mais de 45 mil postos de trabalho direto e foram responsáveis por um volume de negócios superior a 6,3 mil milhões de euros no exercício de 2011. O seu contributo para as exportações foi de 1,6 mil milhões de euros e registaram um crescimento de 24,6 por cento nos seus resultados líquidos.

Tal como no estatuto de PME Líder, as empresas distinguidas como PME Excelência obtêm maior facilidade no acesso ao crédito, melhores condições de financiamento e aquisição de produtos ou serviços, facilitação na relação com a banca e administração pública e um certificado de qualidade na sua relação com o mercado.

QUEM SÃO ESTAS EMPRESAS?

1. Antes de mais, devem pertencer aos dois primeiros níveis de rating (AAA ou AA), tendo em consideração o seu relatório e contas do último ano;
2. Este grupo de empresas cumpre apertados critérios financeiros de seleção. A saber: (i) Autonomia Financeira (Capitais Próprios/Ativo) >= 35%; (ii) Crescimento do Volume de Negócios face ao exercício transato >= 5%; (iii) Rendibilidade dos Capitais Próprios (Res. Líquidos/Capitais Próprios) >= 10%; (iv) Rendibilidade do Ativo (Resultados Líquidos/Ativo Líquido) >= 3%

LISTA DE BANCOS PARCEIROS

Barclays
Banco Espírito Santo
Banco Espírito Santo dos Açores
Banco BPI
Caixa Geral de Depósitos
Crédito Agrícola
Millennium BCP
Montepio
Santander Totta

Saiba também tudo o que precisa sobre o programa PME Digital aqui.

Partilhar