Gates. Escolhida como equipamento original para o novo Jaguar XE


Data: 20 Abril, 2015

A Jaguar Land Rover passa a ser um dos melhores clientes da Gates, em especial quando for atingido o pico do nível de produção programado (2018).

O sucesso do equipamento original da Gates será impulsionado no próximo mês quando o novo Jaguar XE chega ao mercado (maio de 2015). O XE é o primeiro modelo Jaguar Land Rover (JLR) a incluir um motor JLR – concebido e construído pelo prestigiado fabricante de veículos. É, igualmente, o primeiro a incluir um Sistema de Correia de Transmissão Auxiliar (ABDS) desenvolvido, testado e fornecido pela Gates.

O desenvolvimento do motor de 2,0 litros de quatro cilindros AJ200 (ou Ingenium) marca uma mudança significativa na relação entre a JLR e a Gates, que anteriormente fornecia correias, mas não peças metálicas para os sistemas de transmissão da JLR.

“Os especialistas da Gates no Centro de Testes Europeu na Alemanha conceberam o ABDS e uma equipa de equipamento original da Gates no Reino Unido é responsável pela gestão do projeto. Uma fábrica da Gates em Izmir, na Turquia, fabrica os tensores e as polias, enquanto as correias são produzidas na nossa fábrica em Balsareny, em Espanha. É uma história de sucesso internacional da nossa operação de equipamento original europeu,” afirma Casper Haenbeukers, gestor do departamento de Metal Application and Development da Gates.

Jaguar-Diesel11211

Este sucesso fará com que a quota da Gates no negócio da JLR aumente rapidamente de uma posição fora da lista dos dez melhores clientes da Gates, em termos de receita de vendas (2011), para uma posição nos melhores cinco quando será atingido o pico do nível de produção programado (2018).

Nick Herbert, Global Business Manager do departamento de equipamento original da Gates (Europa), explica alguns dos desafios que tiveram de ser enfrentados pela Gates ao desenvolver o ABDS para o novo motor Ingenium da JLR:

“Serão instaladas variantes de motor a gasolina e a gasóleo em toda a gama da JLR, incluindo a marca Range Rover que é o líder mundial em 4×4. Tem uma profundidade de passagem a vau de 900 mm, o que significa que o ABDS tem de ser capaz de resistir a uma exposição extrema à contaminação por sujidade e entrada de água. Depois de aceitar isto e de perceber que em alguns modelos haverá menos espaço com o qual se pode trabalhar, o desafio será conceber um sistema ABDS multiusos com peças que sejam apropriadas a todas as aplicações.”

O desenvolvimento do projeto demorou três anos, desde a adjudicação do contrato até ao lançamento do primeiro modelo com o novo motor. A Gates irá manter o contrato fornecendo novas peças diretamente a quatro diferentes fábricas da JLR, incluindo a nova fábrica de motores da JLR em Wolverhampton, especialmente construída para esse fim. As peças da Gates serão igualmente fornecidas à JLR para posterior distribuição junto da sua rede de revendedores.

Partilhar