Ford e Schaeffler demonstram projecto eWheelDrive


Data: 29 Abril, 2013

Com base no Fiesta, este projecto poderá melhorar a mobilidade urbana e o estacionamento.

A Ford Motor Company e a Schaeffler demonstraram hoje o veículo eWheelDrive com base no Fiesta, um modelo operacional de pesquisa que poderá levar a melhorias na mobilidade urbana e estacionamento, tornando possíveis veículos mais pequenos e mais ágeis.

Locomovido por motores eléctricos independentes em cada uma das rodas traseiras, a tecnologia eWheelDrive oferece espaço sob o capô, que nos automóveis convencionais é ocupado pelo motor e transmissão e nos eléctricos por um motor central.

Esta tecnologia poderá, no futuro, apoiar o desenvolvimento de um veículo para quatro pessoas que só ocupa o espaço de um veículo para duas pessoas hoje. Ao mesmo tempo, o design do sistema de direcção do eWheelDrive poderá permitir que os veículos se movam lateralmente em espaços de estacionamento – um avanço potencial, uma vez que as cidades são cada vez mais populosas e congestionadas.

“Este é um projecto empolgante para trabalhar com a Schaeffler porque abre potencialmente novas opções para o desenvolvimento de veículos de Emissões Zero com conteúdos muito eficientes e capacidade de manobra excepcional”, disse Pim van der Jagt, director de Pesquisa e Engenharia Avançada da Ford Europa. “Olhando para o futuro, teremos a oportunidade de alargar as capacidades do veículo e a forma como poderemos superar alguns dos desafios apresentados pela implementação da tecnologia.”

Com motores integrados nas rodas, os componentes necessários para ser conduzido, as tecnologias de desaceleração e de assistência ao condutor são instaladas num cubo de roda integrado e que inclui o motor eléctrico, sistemas de travagem e refrigeração.

“Este cubo de roda altamente integrado torna possível repensar o carro citadino sem restrições, e pode ser um factor-chave na concepção de novos veículos e plataformas de automóveis no futuro”, disse Peter Gutzmer, director técnico da Schaeffler.

A Ford juntou-se ao projecto liderado pela Schaeffler, o principal fabricante e fornecedor de componentes automóvel com sede na Alemanha, para investigar o potencial para futuros veículos que também poderão oferecer emissões zero e mais espaço para recursos, como zonas de protecção adicionais.

Os motores eléctricos nas rodas são vistos por muitos especialistas da indústria como uma potencial e importante tecnologia no futuro para os veículos citadinos, à medida que o mundo se torna cada vez mais populoso e urbanizado. A previsão é de que até 2050 o número de pessoas que vivem em cidades em todo o mundo terá aumentado de 3.400 para 6.400 milhões*, e o número de veículos globalmente terá aumentado quatro vezes.

“Enfrentamos desafios que terão de ser abordados através do tempo, de ideias e de investimento”, disse Sheryl Connelly, responsável global de Tendências e Futuro da Ford. “Só começando a olhar para a forma como poderemos enfrentar esses desafios através de projectos de pesquisa como o eWheelDrive, poderemos assegurar que teremos um futuro de escolhas e não um futuro de restrições.”

A Ford formará parceria com a Schaeffler, Continental, RWTH Aachen e com a Universidade de Ciências Aplicadas de Regensburg, no projeto MEHREN (Multimotor Electric Vehicle with Highest Room and Energy Efficiency) para desenvolver dois novos veículos operacionais até 2015. O projecto visa aumentar a integração de motores nas rodas de um veículo e debruçar-se-á sobre o controlo de dinâmica, travagem, estabilidade e no factor ‘divertido de conduzir’.

Partilhar