ContiService. Formação em Liderança


Data: 1 Junho, 2016

A rede ContiService realizou uma ação de formação junto dos seus agentes, sob a temática da Liderança, que se insere no plano anual de formação da rede.

A rede ContiService, no âmbito do seu plano de formação, proporcionou recentemente ao conjunto de agentes formação em Liderança. Sob o mote “Gerir o Negócio. Liderar Gerações. Servir o Futuro”, os objetivos da formação passaram pelo desenvolvimento de uma visão pessoal de liderança, formas de criar um plano de sucessão, estratégias para a gestão de conflitos pessoais e profissionais, bem como refletir sobre formas de gerar motivação pessoal e na equipa.

De entre os temas abordados no decorrer da sessão destaca-se o perfil do líder de hoje, liderança eficaz, gestão de conflitos, liderança e cultura, entre outros.

Pedro Teixeira, Diretor Geral da Continental Pneus Portugal e responsável pelo ContiService, destaca a formação como um pilar essencial para o sucesso de qualquer negócio. “Uma das apostas estratégicas da nossa rede é desde a primeira hora a formação. Para responderem de forma eficaz às exigências do mercado, clientes e colaboradores, os líderes de hoje têm de desenvolver um conjunto de ferramentas que os ajudem a tornar a sua liderança mais eficaz. Daí acharmos que esta era uma formação fulcral para os nossos parceiros”, esclareceu.

O plano anual de formação da rede ContiService contempla diversas áreas, desde formação mais técnica até à comportamental ou financeira.

Através do projeto ContiService, a Continental pretende incentivar e apoiar os seus parceiros na ampliação da oferta de serviços para além da venda de pneus, introduzindo serviços de mecânica como revisões, mudança de óleos e filtros, baterias, escovas e mecânica geral.

O ContiService aposta num conjunto de parceiros especializados na prestação de serviços profissionais de pneus e mecânica. “Queremos ter uma rede de agentes dinâmicos e profissionais que disponibilizem ao mercado as melhores ofertas, com a melhor qualidade de serviço, sob a chancela Continental”, reiterou Pedro Teixeira.

Partilhar