Continental. Fabricados 250 milhões de sistemas eletrónicos de travagem


Data: 30 Julho, 2014

Há já 30 anos que a Continental fabrica Sistemas Eletrónicos de Travagem (EBS). Mais dois marcos importantes vão ser assinalados ao longo deste ano: a unidade nº 100 milhões do EBS vai sair da linha de montagem em Frankfurt e será também a unidade 250.000.000 a ser produzida em todo o mundo. “Os sistemas eletrónicos de travagem têm vindo a melhorar a segurança desde 1984. Estabilizam os carros ao assumirem funções de travagem. O ABS e o ESC (Electronic Stability Control ou Controlo Eletrónico de Estabilidade) estão entre as formas mais importantes de salvar vidas e de manter a segurança na estrada“, diz Felix Bietenbeck, diretor do departamento de Chassis & Segurança da Continental.

Além de contribuírem para a segurança ativa, os sistemas eletrónicos de travagem também fornecem a base para as funções de assistência à condução. As funcionalidades de assistência à travagem de emergência e de cruise control, por exemplo, abrandam imediatamente o carro através do controlo eletrónico de estabilidade sem qualquer intervenção por parte do condutor.

 

VÁRIAS GERAÇÕES DE TRAVÕES DESDE 1984

Enquanto no ano de 1988 a produção de sistemas de travagem era de cerca de 500 mil unidades, numa década o número cresceu para mais de 5 milhões. Desde 2002 são fabricados anualmente mais de dez milhões de sistemas EBS e, desde 2013, o número atingiu já as 20 milhões de unidades. Assim, e em consequência deste crescimento, a Continental vai celebrar este ano a produção de 250 milhões de sistemas EBS. Além de Frankfurt, os sistemas eletrónicos de travagem são fabricados em outras cinco unidades: Hamakita (Japão), Mechelen (Bélgica), Morganton (EUA), Xangai (China) e Várzea Paulista (Brasil).

A produção de Sistemas Eletrónicos de Travagem começou em 1984 na fábrica de Rödelheim em Frankfurt quando o primeiro ABS (Anti-lock Brake System) da Continental, o MKII, saiu da linha de montagem.

“O MKII foi o primeiro ABS totalmente integrado e tornou-se um equipamento de série no Lincoln Continental e no Ford Scorpio. Era bastante pesado, com um peso superior a 11,5 quilos, mas conseguia impedir que uma ou mais rodas bloqueassem“, lembra Bietenbeck.

Entretanto, o peso dos equipamentos EBS diminuiu bastante de uma geração para a outra. O MK 20 que começou a ser produzido em massa em 1995 pesava apenas 2,7 kg. O MK60, um dispositivo ABS puro, pesava dois quilos e era o sistema eletrónico de travagem mais leve do mundo no ano 2000. A função de Controlo Eletrónico de Estabilidade (ESC) acrescentava apenas mais 0.3 quilos, tornando-o no dispositivo ESC mais leve do mundo na altura. O atual sistema eletrónico de travagem MK 100 está a ser produzido desde 2011. O seu peso e dimensões encolheram para aproximadamente um terço da geração anterior.

“A família de produtos MK 100 da Continental foi concebida de forma modular para que os fabricantes possam dimensionar os sistemas de acordo com as suas necessidades, começando no ABS para motociclos, passando pelo ABS para carros pequenos, até aos de alto desempenho e soluções avançadas para veículos pesados“, explica Bietenbeck.

 

O ABS E O ESC AJUDAM A EVITAR ACIDENTES

Além do sistema de travagem anti bloqueio, o controlo eletrónico de estabilidade ajuda a evitar a derrapagem numa fase inicial, mantendo o carro na estrada. Assim, o risco de impactos laterais – que de acordo com as pesquisas do setor dos seguros, são a causa de um em cada cinco acidentes fatais – também pode ser reduzido. Os estudos feitos pela seguradora Allianz mostraram que se todos os veículos em circulação estivessem equipados com ESC, um em cada quatro acidentes causadores de ferimentos e 40% de todos os acidentes rodoviários fatais poderiam ser evitados. Se todos os motociclos estivessem equipados com ABS, poderiam ser evitados 10% dos acidentes com feridos.

 

O ESC É OBRIGATÓRIO NA EUROPA, EUA E ÁSIA

Os legisladores da Europa, EUA e de algumas zonas da Ásia reconheceram entretanto o potencial destes sistemas na prevenção de acidentes e tornaram-nos obrigatórios. Qualquer carro ou camião na Europa que tenha sido projetado desde novembro de 2011 tem de estar equipado com ESC. A partir de novembro deste ano o ESC vai ser obrigatório na Europa em todos os veículos que sejam registados pela primeira vez. As leis em vigor no Japão são bastante semelhantes. Desde setembro de 2011 que o ESC é obrigatório nos EUA para todos os veículos com peso até 4,5 toneladas; o mesmo acontece na Coreia do Sul desde janeiro de 2012. Segundo estatísticas oficiais, em 2013 70% dos veículos que circulam na Alemanha e 87% dos carros recém-adquiridos tinham ESC. A União Europeia também pretende reduzir o número de acidentes graves em motociclos tornando o ABS obrigatório. O sistema de travagem anti bloqueio será necessário em todos os motociclos com cilindrada superior a 125 centímetros cúbicos. A partir de 2016, o ABS será obrigatório em todos os modelos novos e, a partir de 2017, para qualquer motociclo na Europa.

 

Partilhar