Bridgestone anuncia cortes nas unidades fabris

Texto: David Espanca
Data: 24 Março, 2020

A Bridgestone EMIA acaba de divulgar que as fábricas europeias que fazem parte da sua cadeia de produção serão temporariamente encerradas ou que irão sofrer cortes de produção, em virtude da pandemia do COVID-19.

 

Até 6 de abril, as unidades fabris de Béthune, em França, e de Bari, em Itália, irão permanecer encerradas. Já as de Bilbao, Puente San Miguel e Burgos, ambas em Espanha, de Lanklaar, na Bélgica, de Stargard e Poznan, na Polónia e a de Tatabánya, na Hungria, vão continuar a funcionar, mas com uma redução da produção.

A decisão da Bridgestone foi tomada, não só para ajudar a minimizar a propagação desta pandemia mundial, como também para adequar a oferta à procura esperada. A empresa assegura, assim, o fornecimento de produtos suficientes para atender à procura dos clientes, situação que será avaliada constantemente e adequada às necessidades do mercado.

Nas fábricas que continuam em produção, a marca está a adotar os protocolos para a prevenção de riscos laborais, seguindo rigorosamente as diretrizes e recomendações das autoridades de saúde em todos os seus locais de trabalho. Também foram implementados procedimentos e listas de verificação abrangentes para garantir a segurança no local de trabalho.

Partilhar