Bosch – Injeção a água reduz consumo até 13%


Data: 1 Setembro, 2016

A Bosch desenvolveu um inovador de sistema de injeção a água para motores a gasolina que garante uma redução do consumo de combustível até 13%. Esta tecnologia foi estreada no BMW M4 GTS.

A Bosch desenvolveu um inovador sistema de injeção a água que permite reduzir o consumo de combustível e esta tecnologia já foi aplicada no motor do BMW M4 GTS. Segundo a Bosch, os avançados motores a gasolina desperdiçam cerca de um quinto do combustível, sobretudo em elevadas rotações quando é utilizado algum combustível para arrefecer em vez de ser usado na propulsão. Com a nova injeção a água, a Bosch diz que é possível reduzir o consumo de combustível até 13% em condições reais de utilização, designadamente numa aceleração rápida ou circulação em autoestrada.“Com a nossa injeção a água mostramos que o motor a combustão ainda tem alguns truques na manga”, salienta Rolf Bulander, chairman da área de negócio Soluções de Mobilidade da Bosch e membro do conselho de administração da Robert Bosch GmbH. A poupança de combustível obtida por esta tecnologia da Bosch acontece especialmente em motores de três e quatro cilindros, precisamente aqueles que encontramos debaixo do capô de todos os carros de tamanho médio. Por sua vez, Stefan Seiberth, presidente da divisão de Sistemas de Gasolina da Bosch, refere que a “injeção a água pode dar uma potência extra a qualquer motor turbo”.

A obtenção de ângulos de ignição mais cedo permite que o motor seja operado de uma forma ainda mais eficiente. Desta forma, os engenheiros podem enviar energia adicional para o motor, mesmo em potentes carros desportivos.

A base desta inovadora tecnologia de motor é simples: um motor não deve sobreaquecer. Para evitar que isto aconteça, combustível adicional é injetado em praticamente todos os motores a gasolina que percorrem as estradas. Este combustível evapora, arrefecendo partes do bloco do motor. Com a injeção a água, os engenheiros exploraram este princípio físico. Antes da ignição do motor, uma fina mistura de água é injetada na conduta de admissão. A elevada temperatura de vaporização da água significa que proporciona um efetivo arrefecimento.

Esta é também a razão pela qual apenas um pouco de água é necessária: para cada centena de quilómetros percorrida, são necessários alguns militros de água. Como tal, o depósito de água compacta que fornece o sistema de injeção com água destilada apenas tem de ser reabastecido a poucos milhares de quilómetros no máximo.

E se este depósito ficar vazio, o motor continua a funcionar, mas sem a potência e redução de consumo proporcionada pela injeção a água.

O BMW M4 GTS é o primeiro veículo equipado com este inovador sistema de injeção a água. No motor turbo de seis cilindros proporciona uma melhor performance e consumo mesmo com depósito cheio. A Bosch fornece partes da injeção a água para o BMW M4 GTS. O fabricante alemão que o sistema exige um depósito de água independente que, em média, tem de ser reabastecido a cada 3.000 quilómetros.

Por: Carlos Moura

Partilhar