Editorial

Published on Julho 2nd, 2015 | by Cláudio Delicado

0

Trabalho de equipa

A solução para a maioria dos problemas que afecta as empresas passou, cada vez mais, a escrever-se com três palavras: trabalho de equipa. Um conceito cada vez mais importante, independentemente da dimensão da empresa. Ainda assim, é nas micro, pequenas e médias empresas que este conceito traz benefícios mais rápidos para fazer crescer o negócio. A resposta passa pela mudança de natureza do próprio trabalho, que passou a estar mais dependente de intrincadas redes de conhecimento e menos ligado a tarefas simples de carácter automático. Ou seja, até há pouco tempo, os projetos permitiam a divisão de tarefas a tal ponto que as pessoas não precisavam de trabalhar juntas para que todas as peças se unissem no final. Agora as coisas dificilmente se passam assim. O trabalho da maioria das empresas está dependente do conhecimento e, como tal, não avança de forma sistemática. Cresce e transfigura-se à medida das colaborações e dos contributos de cada membro da equipa, seja em áreas mais técnicas, administrativas ou mais comerciais.

É desta estreita colaboração que nascem as vantagens do trabalho de equipa. Algumas tão evidentes que, por vezes, são esquecidas: máximo aproveitamento dos talentos de cada um; máxima criatividade ao serviço do projecto; maior motivação nas metas a atingir; descentralização de poder que resulta em maior responsabilização individual; maior rapidez na concretização, logo maior produtividade; possibilidade de trocas enriquecedoras de experiências e papéis; complementaridade de funções; novas abordagens e soluções para velhos problemas; gosto pelas tarefas a concretizar. Como em tudo, também a formação de uma equipa obedece a requisitos, sobretudo se o objetivo for o sucesso. A missão deve estar claramente definida para que todos a compreendam. Isto inclui o conhecimento do objectivo do projeto, da estratégia para o concretizar, dos benefícios a receber se o trabalho for concluído com êxito e das fórmulas a utilizar em caso de conflito entre os elementos do grupo. Se as pessoas responderem perante o chefe em vez de umas às outras, não integram
uma verdadeira equipa. É que o respeito mútuo reflecte o mais elevado grau de empenhamento que os elementos de um grupo podem ter.

Está a apostar no trabalho de equipa na sua empresa? Pense nisso.

Tags: , ,


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Top ↑