Pesados

Published on Agosto 12th, 2014 | by Cláudio Delicado

0

Luís Simões. Primeiro veículo a gás natural

A Luís Simões acaba de adquirir o primeiro veículo movido a gás natural liquefeito (GNL) para a sua frota de pesados. Trata-se de um veículo Iveco que permite uma redução de emissão de gases poluentes e diminuição de ruídos. A aquisição deste veículo insere-se na política de responsabilidade social da empresa, associando-se a outras iniciativas como o Programa Eco-driving.

O transporte de mercadorias é um setor que depende fortemente do petróleo. Segundo dados do INE, no que concerne à União Europeia, 96% das necessidades energéticas do sector são supridas pelo petróleo e seus derivados, o que provoca um elevado volume de emissões de CO2 gerado pelo sector. Neste contexto, a redução desta dependência é uma necessidade ecológica e, simultaneamente, um desafio tecnológico.

Ainda de acordo com os dados do INE, o modo rodoviário é o mais utilizado na União Europeia representando mais de 70% da tonelagem total transportada, ao qual se segue o modo marítimo, com cerca de 18%, a ferrovia com cerca de 8% e, finalmente, o transporte aéreo de mercadorias, com menos de 1% do total.

O novo veículo, movido a GNL, representa uma alternativa mais limpa aos combustíveis fósseis e proporciona uma maior comodidade na condução. As vantagens na utilização de um veículo desta natureza vão desde uma redução de cerca de 20% na emissão de CO², até uma diminuição na ordem dos 70% de ruído (para o ouvido humano representa cerca de 4 vezes menos ruído), em comparação com veículos semelhantes movidos a combustíveis convencionais.

As viaturas com estas caraterísticas são, especialmente, apropriadas para transporte de mercadorias em centros urbanos. A sua eficácia e eficiência foram reconhecidas, no ano passado, pela Associação Alemã da Indústria Automobilística (VDA) com o Prémio Europeu de Sustentabilidade no Transporte, atribuído por representantes da indústria de transporte, meios de comunicação, investigadores e instituições públicas alemãs.

“A aposta por um sector de transporte de mercadorias sustentável não passa por uma solução única, mas resulta da soma de soluções em várias frentes. Os veículos pesados movidos a GNL são uma alternativa mais ecológica e cómoda aos combustíveis convencionais. A aquisição deste veículo insere-se, quer na nossa política de responsabilidade social, quer do nosso cliente, com quem temos uma relação estreita. Não só prestamos um serviço de qualidade na distribuição das suas mercadorias de norte a sul do país, como complementamo-lo com o uso de um veículo mais amigo do ambiente e adaptado aos centros urbanos”, salientou Dalila Tavares, Diretora de Business Development da Luís Simões.

 

Tags: , , , ,


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Top ↑