Grupo PSA aposta no após-venda em Portugal

Texto: Nuno Freitas Faria

Nova estratégia do Grupo PSA reforça o compromisso de expansão do grupo em solo nacional.

 O grupo PSA, líder do mercado automóvel português, entrou numa fase de transformação, incorporado na implementação do segundo pilar do plano “Push to Pass”. Depois da incorporação das marcas Opel e Vauxhall ao seu portefólio, a nova estratégia permitirá ao grupo desenvolver e explorar as vertentes de fornecedor global de mobilidade e operador multimarcas, multiclientes e multicanais, a nível mundial. Desta forma, pela mão do presidente do Grupo PSA, Carlos Tavares, está em curso a ampliação da atividade em Portugal com a entrada em áreas de negócio não exploradas até à data.

 Englobada no plano “Push to Pass” está uma ofensiva no mercado português de após-venda, com o objetivo de responder às necessidades dos clientes, independentemente do orçamento, marca ou idade da viatura. Assim, o grupo aposta na cobertura do mercado global, apoiada em três eixos: primeira rede multimarca (Euro Repar Car Service), peças multimarca Eurorepar e um novo dispositivo de distribuição (Distrigo).

 Complementando este investimento no mercado após-venda em Portugal, o Grupo PSA transformou o seu dispositivo de distribuição de peças e é agora representado por três operadores que abrangem todo o território nacional. A PSA Retail, a Gamobar e a Sofrapa, serão capazes, de agora em diante, de responder às necessidades de todos os clientes, independentemente da marca e do canal de distribuição.

 Os números do Grupo PSA falam por si; neste momento, o grupo emprega 1.574 funcionários diretos e 4.690 indiretamente, tendo uma quota de mercado automóvel que atinge os 23%. Já no mercado de comerciais ligeiros, a PSA mantém-se como lider de referência, arrecadando 37% de quota. Em 2017 foram comercializadas 60.027 viaturas, tendo a produção atingido as 53.600 unidades. A nível nacional, e com um peso considerável na balança económica portuguesa, a atividade do Grupo PSA equivale a 0,8% do Produto Interno Bruto.

Partilhar