Notícias

Published on Junho 11th, 2015 | by Cláudio Delicado

0

Expomecânica. O ano da afirmação

O Salão que teve lugar no Porto trouxe mais expositores, muitas ações paralelas e um grande dinamismo ao setor. Mais de 10 mil visitantes passaram pela Exponor em três dias.

O salão expoMECÂNICA procura ser um certame diferente e isso sentiu-se no ambiente geral da 2.ª edição, que decorreu sob um enorme dinamismo, novidades e demonstrações de equipamentos, produtos e serviços para vários segmentos de um pós-venda automóvel em recuperação. A fazer fé nos anseios – cumpridos – da organização e da generalidade dos expositores (quase unânimes em apontar muitos e bons contactos, negócios efetivados e em perspetiva para os próximos meses), pode o aftermarket desde já contar com uma confiança renovada.

Os 10.456 visitantes, profissionais do setor, mas também formandos das várias escolas técnicas existentes no País não faltaram à chamada.

“O índice de visitas foi sensivelmente idêntico ao ano de estreia (menos 700 entradas), mas, durante a feira, esse índice foi valorizado pelo perfil do visitante, ainda mais ajustado aos objetivos dos expositores”, sublinha José Manuel Costa, diretor da KiKai Eventos. Vários empresários notaram-no e Rui Lopes, da Escape Forte, foi um deles: “Pelo que percebemos, e no que nos diz respeito, o Salão está ainda mais profissional. As nossas expetativas foram cumpridas e o balanço é positivo”, referiu, acrescentando que a firma ainda estava a sentir os (bons) reflexos da 1.ª edição da mostra.

Na manhã do último dia, e quando faltava ainda a enchente da tarde, a opinião generalizada da massa expositiva falava, quer do ponto de vista organizativo quer em termos de balanço, de uma feira “boa” a “muito boa”.  José Morgado, diretor-geral da Domingos & Morgado, por exemplo, alinhava por esta última classificação e confirmou a efetivação de vários negócios para a empresa, alguns “de oportunidade”. “Uma exposição destas, a correr bem, permite uma projeção de negócio para seis meses. E não tenho dúvidas em considerar que este é o ano da afirmação do expoMECÂNICA”, sublinhou.

Paulo Cruz, diretor financeiro da Conversa de Mãos, confluiu no mesmo entendimento. “O primeiro ano correu muito bem e este ano investimos mais. A feira está ainda melhor, inclusive em termos qualitativos. Temos perspetiva de bons negócios e supomos que, no seguimento, os próximos meses vão ser bastante atarefados – o que é bom”, assegurou. Administrador da Cometil, Pedro de Jesus estava no mesmo comprimento de onda: “Estamos a fazer bons contactos. Fecharam-se alguns negócios. Estaremos cá para o ano, seguramente”.

O Salão, que conquistou 51 novos expositores, parece ter a seu lado as firmas e marcas que chegaram pela primeira vez. A Leirilis é uma delas e a responsável pelo marketing e formação da empresa, Ana Rita Soares, foi inequívoca: “Contamos estar presentes para a próxima. A nossa participação correu bem; fizemos muitos contactos e o balanço é positivo”.

SETOR VOLTOU A MOBILIZAR-SE

A conclusão organizativa parece tirada a papel químico. “De facto, reparamos que os novos expositores ficaram agradavelmente surpreendidos com a organização e a mobilização do setor”, afiança o diretor da KiKai.

Mais expositores, uma maior aposta dos operadores do aftermarket, uma melhor variedade de produto, enfim, um acontecimento “mais enriquecido”. Pedro Costa, em representação da Pinto da Costa & Costa, e Antero Gama, responsável de Marketing da Eticadata, utilizaram praticamente as mesmas palavras para categorizar o momento, apesar de terem estado espacialmente separados dezenas de metros durante a recolha dos dois testemunhos.

Da Coperol, cuja base de dados de clientes em Portugal chegou já à marca dos 12 mil, o balanço veio igualmente “positivo”, pela voz de José Domingos Costa. “Fizemos vários contactos com potencial para efetivar posteriormente em negócio”, garantiu, por sua vez, José Sampaio, da Catflex.

“As palestras e as conferências que robusteceram a “Agenda do Carro” decorreram em ambientes extremamente organizados, com boa participação e com temas que mostraram a sua atualidade”, salienta Sónia Rodrigues, da Organização, destacando o Encontro Nacional promovido pela ANECRA – Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel e a iniciativa que debateu a otimização dos custos nas oficinas, a cargo da revista Turbo Oficina (clique aqui para ver a galeria de fotos da Conferência).

José Manuel Costa, por seu turno, enaltece o “altíssimo nível tecnológico” observado no “DEMOTEC by Schaeffler – Espaço de Demonstração”, com plateias cheias em inúmeras apresentações técnicas.

O expoMECÂNICA – Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto estará de regresso em 2016 para a sua terceira edição, em data a anunciar brevemente pela KiKai Eventos.

Tags: , , ,


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Top ↑