Notícias

Published on Outubro 17th, 2016 | by José Macário

0

Delphi – Dynamic Skip Fire apresentado em Aachen

A Tula e Delphi participam no Colóquio de Aachen para demonstrar a primeira aplicação do sistema de desativação de cilindros Dynamic Skip Fire num motor de quatro cilindros.

O Colóquio de Aachen, dedicado à tecnologia automóvel e de motores, será o palco da apresentação de uma tecnologia de desativação de cilindros desenvolvida pela Delphi e pela Tula Technology. Denominada Dynamic Skip Fire (DSF), esta tecnologia, antes só encontrada nos motores de grande porte com vários cilindros, será demonstrada num motor de quatro cilindros, 1,8 litros turbo GDi.

De acordo com a Delphi, a tecnologia DSF melhora a economia de combustível e reduz as emissões de CO2 em 10% em comparação com motores de tecnologia avançada de 4 cilindros. Ambas as empresas acreditam que, em adição a estes benefícios diretos, o sistema também irá fornecer aos designers de motores novas oportunidades para otimizar as estratégias de combustão.

“Os sistemas de desativação de cilindros permitem aos motores operar mais eficientemente porque os cilindros continuam a providenciar propulsão quase parados aumentando a eficiência de combustão e reduzindo as perdas de bombeamento”, explica o CEO da Tula, Scott Bailey.

A tecnologia DSF determina quais os cilindros que entram em combustão em tempo real, a cada oportunidade de queima. Porque é uma parte integrante da estratégia de controlo do motor, a ativação da válvula, posição do acelerador e ignição podem ser otimizados de forma sinérgica.

“Ao tomar a decisão de combustão/não combustão em cada cilindro a cada ciclo, o Dynamic Skip Fire leva a tecnologia de desativação de cilindros ao limite teórico”, diz o vice-presidente de engenharia da Tula, John Fuerst. “Em futuras implementações podemos integrar estratégias para gerir os níveis de oxigénio de escape para proteger o pós-tratamento excedente, podemos melhorar a operação do Ciclo Miller, podemos complementar a hibridação, e até mesmo conceitos de combustão avançados, como a gasolina de ignição por compressão e muito mais”.

O programa de desenvolvimento conjunto mostra que o DSF pode reduzir o CO2 em pelo menos 50 por cento mais do que com um sistema de desativação do cilindro convencional quando aplicado a um motor de 4 cilindros, enquanto melhora o refinamento. O vice-presidente de engenharia de sistemas de motorização da Delphi, Martin Verschoor, diz que estes benefícios dão mais um passo em frente quando combinados com outras tecnologias de Delphi.

“Por exemplo, a nossa pesquisa mostra que os benefícios para um motor de 4 cilindros com o DSF aumentam significativamente quando combinado com uma eletrificação “inteligente”, como o sistema da Delphi de 48 V”, afirmou. “O sistema Delphi de 48 V no seu todo pode reduzir as emissões e o consumo de combustível em mais de 10 por cento em motores de injeção direta. Quando combinado com o DSF, prevemos uma queda das emissões, tanto no consumo de combustível como nas emissões de CO2, que poderá atingir os 20%”.

Tags: , , ,


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Top ↑