Pesados

Published on Agosto 20th, 2014 | by Cláudio Delicado

0

Camiões. Governo autoriza circulação de veículos até 60 toneladas

O Governo aprovou na passada quinta-feira, em Conselho de Ministros, um diploma que revê o peso máximo que pode ser transportado por camiões nas estradas portuguesas, procedendo à alteração do regulamento que fixa os pesos e as dimensões máximos autorizados para os veículos em circulação. Passam assim a poder circular camiões com peso bruto até 60 toneladas, e cinco ou mais eixos, e que transportem exclusivamente produtos siderúrgicos, minérios, de produtos vitivinícolas, hortofrutícolas, pecuários, frutas e cereais. A versão final do decreto-lei ainda não é conhecida e tem de ser ainda ratificada pelo Presidente da República.

No caso do transporte de produtos vitivinícolas, frutas e produtos hortícolas, pecuários e cereais o transporte não só é possível nos percursos entre as unidades industriais ou agropecuárias e os portos nacionais, mas também entre os locais de concentração ou transformação dos produtos abrangidos e os locais de exportação. Esta era uma das medidas não-infra-estruturais preconizada pelo relatório final e recomendações do GTIEVA – Grupo de Trabalho para as Infra-estruturas de Elevado Valor Acrescentado.

Segundo o comunicado do Conselho de Ministros “esta alteração tem como objetivo consolidar a sustentabilidade do sistema de transportes, com racionalização de custos, promovendo a competitividade da indústria nacional”.

Na anterior legislatura, o Governo já tinha aprovado um regime de exceção para camiões até 60 toneladas, que transportassem matérias lenhosas, papel, pasta de papel e produtos cerâmicos.

Com esta medida, o custo dos fretes de transporte de mercadorias por rodovia em Portugal deverá baixar nos próximos tempos, potenciando ainda mais a competitividade da economia nacional e a vertente exportadora das empresas dos diversos sectores abrangidos.

 

Tags: , ,


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Top ↑