Bosch e Universidade do Minho estreiam tecnologia de comunicação entre veículos em Portugal

Texto: Carlos Moura
Data: 9 Julho, 2018

A Bosch e a Universidade do Minho estrearam no nosso país a tecnologia que possibilita a comunicação entre veículos, num evento realizado em Braga e denominado “Innovative Car Experience”.

O sistema, que possibilita a comunicação veículo-para-veículo, veículo-para-infraestrutura e veículo-para-peão, representa uma revolução no paradigma da mobilidade ao possibilitar, com recurso à rede móvel 4G/5G, a identificação automática de situações de perigo ou de emergência e desencadear mecanismos de alerta. O veículo passa a ser capaz de transmitir, receber e analisar informação sobre o ecossistema que o rodeia, em permanência, e tomar decisões de forma preditiva. A tecnologia inovadora, desenvolvida por engenheiros da Bosch em parceria com investigadores da Universidade do Minho, é essencial para que os veículos possam vir a conduzir de forma completamente autónoma já no início da próxima década e deverá ser testada numa parceria entre a Bosch e um fabricante automóvel europeu.

Os parceiros mostraram ainda soluções como o cockpit do futuro, câmaras de monitorização do condutor e a nova geração de Head Up Displays, entre outras soluções desenvolvidas no âmbito da parceria de inovação que une ambas as entidades desde 2013 e que envolveu, desde então, um investimento de 76 milhões de euros. O evento “Innovative Car Experience” marcou o encerramento da segunda fase desta parceria de sucesso.

A Bosch aproveitou a ocasião para apresentar no nosso país o novo sistema  ‘Home Zone park assist’ que permite o estacionamento autónomo de veículos. Com este sistema, o condutor pode sair do carro, ativar no smartphone a função com um toque no display e observar a manobra de estacionamento. O veículo circula dentro do parque evitando obstáculos, procura um lugar livre e estaciona, otimizando o espaço necessário para o efeito. O condutor pode ainda usar o Home Zone park assist para que o carro saia do parque de forma autónoma.

Partilhar