Notícias

Published on Março 24th, 2017 | by Administrador

0

Bosch – inteligência artificial no ConnectedWorld 2017

Bosch estreia computador de bordo para veículos autónomos no ConnectedWorld 2017 e afirma estar a tornar os automóveis mais inteligentes.

Na conferência internacional Bosch ConnectedWorld 2017, em Berlim, a Bosch apresentou o computador de bordo para veículos autónomos. Usando inteligência artificial (IA), o computador pode aplicar métodos de aprendizagem, com a marca a esperar que o computador de bordo com IA possa guiar veículos autónomos através de situações de trânsito complexas ou situações novas para o veículo. “Estamos a ensinar o automóvel como agir por conta própria no trânsito”, afirmou Volkmar Denner, CEO da Bosch. Os veículos já utilizam sensores Bosch para monitorizar o que os rodeia e, com a inteligência artificial, poderão interpretar essas leituras e fazer previsões sobre o comportamento dos outros utilizadores da estrada. “A condução autónoma torna as estradas mais seguras, e a inteligência artificial é a chave para que isso aconteça. Estamos a tornar os automóveis inteligentes”, continua o CEO da Bosch. Para construir o núcleo do computador de bordo, a Bosch vai colaborar com a empresa tecnológica norte-americana Nvidia, que vai fornecer um chip que armazena algoritmos gerados com métodos de aprendizagem mecânicos. Espera-se que o computador de bordo com IA entre em produção até ao início da próxima década, no máximo.

O computador de bordo com IA da Bosch consegue reconhecer peões ou ciclistas. Para além disso, a inteligência artificial faz com que seja mais fácil para os automóveis autónomos avaliarem a situação. Um carro autónomo com IA consegue reconhecer e avaliar situações de tráfego mais complexas, como perceber quando um veículo em sentido contrário muda de direção e desta forma canalizar esta situação para a sua própria condução. O computador armazena o que aprende enquanto conduz em redes neurais artificiais e, posteriormente, os especialistas reveem a exatidão deste conhecimento em laboratório. Depois de testes adicionais na estrada, as estruturas de conhecimento geradas artificialmente podem ser transmitidas para outros computadores de bordo com IA através de uma atualização. “Queremos que a condução autónoma seja possível em todas as situações. Já na próxima década, veículos sem condutor vão fazer parte do nosso dia-a-dia e a Bosch está a fazer progressos na condução autónoma em todas as frentes tecnológicas. Queremos assumir um papel de liderança também no campo da inteligência artificial”, afirma Denner.

O CEO da Bosch continuou, afirmando que a inteligência artificial terá um papel fundamental em todas as áreas de negócio em que atua, não apenas na mobilidade: “Daqui a 10 anos, vai ser virtualmente impossível imaginar um produto da Bosch que não envolva inteligência artificial de alguma forma. A inteligência artificial vai estar nos produtos ou no processo de criação dos mesmos.” No início deste ano, a empresa anunciou a criação de um Centro para Inteligência Artificial. A Bosch está a investir cerca de 300 milhões de euros para alargar os seus conhecimentos nesta área.

A unidade da Bosch em Braga tem sido uma das mais ativas na investigação e desenvolvimento de soluções de conectividade na área automóvel. Com o contributo desta unidade em 2020, o piloto automático da Bosch estará pronto para a produção tornando a condução autónoma uma realidade.

Durante o evento, o CEO da Bosh teve ainda oportunidade para revelar de que forma é que a empresa está a ligar os automóveis às oficinas. E fê-lo com um exemplo: Uma pedra voa na direção do automóvel e parte o vidro. A oficina recebe uma notificação automática através da cloud e pode preparar-se para a reparação necessária. As logísticas conectadas e empilhadoras conectadas garantem que a peça de substituição está pronta e à espera que o cliente chegue. Recorrendo a um par de óculos de realidade aumentada que dispõem instruções, o mecânico pode efetuar o trabalho de forma muito mais fácil e rápida que de outra forma. O benefício para os condutores é poderem pegar no automóvel e seguir viagem após uma breve espera, sem necessitar de ir buscar o automóvel no dia seguinte e sem custos extra dessa espera.

Tags:


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Top ↑