Pesados

Published on Setembro 22nd, 2016 | by Carlos Moura

0

Bosch – Estudo “VisionX” apresentado em Hannover

O estudo “VisionX” da Bosch antecipa o veículo comercial do futuro, que será conectado, autónomo, mantendo, no entanto, o motor diesel em combinação com motores elétricos para sistemas auxiliares.

A Bosch apresentou o seu estudo “VisionX” no Salão de Veículos Comerciais de Hannover (IAA), onde demonstra algumas das funcionalidades que estarão presentes nos veículos comerciais do futuro. Totalmente conectados e, em alguns casos, oferecendo condução autónoma, serão movidos a diesel altamente eficiente ou mesmo a eletricidade, como a situação exigir. “O camião do futuro será um dispositivo inteligente de 40 toneladas sobre rodas”, afirma Markus Heyn, membro do conselho de administração da Robert Bosch GmbH.Heyn. A conectividade inteligente e a automação irão permitir a circulação nas autoestradas sem a intervenção do condutor. Isto vai dar aos condutores tempo para executarem outras tarefas como o planeamento de rotas, processamento de documentos de envio, ou simplesmente fazer uma pausa.

O aumento da eficiência continuará a ser a aposta no futuro e é por isso que o estudo Bosch “VisionX”conta com um motor diesel – que é particularmente económico no mundo dos transportes pesados de mercadorias – em combinação com motores elétricos para sistemas auxiliares, como a bomba hidráulica. Os camiões do futuro irão beneficiar não só desta tecnologia híbrida, mas também das vantagens de convoying, que incluem a melhoria da segurança graças à travagem coordenada, aceleração e direção, bem como uma vantagem económica significativa. “Num comboio é possível combinar os ganhos de segurança de condução automatizada com o aumento de eficiência que é tão crucial para o sector de veículos comerciais”, afirma Marcus Heyn. “A corrente de condução permite economia de combustível de até 10%. Isso é um argumento forte na indústria dos veículos comerciais.”

Embora o consumo de combustível de um camião desempenhe um papel fundamental no custo total, outros fatores também desempenham um papel importante, como as perdas sofridas quando os camiões ficam imobilizados. O Bosch “VisionX” demonstra que existe espaço para otimizar esta situação no futuro. Por exemplo, a manutenção que é previsível pode monitorizar a condição técnica de um camião em tempo real e informar de cargas de qualquer trabalho de manutenção ou reparos que devem ser realizados. Esta é a melhor maneira de planear pausas na programação de um camião, mantendo, assim, o tempo de inatividade no mínimo e aumentando ainda mais a eficiência dos transportes.

Share and Enjoy

Tags: , ,


About the Author



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Top ↑

Email
Print